Publicidade

Diário Liberdade
Quinta, 08 Dezembro 2016 07:00 Última modificação em Domingo, 11 Dezembro 2016 11:22

Fidel Castro: o seu legado da visão de Carlos Marx e Federico Engels Destaque

Avalie este item
(0 votos)
País: Cuba / Batalha de ideias / Fonte: Cubadebate

[Paul Sarmiento Blanco; Tradução do Diário Liberdade] Às 10:29 minutos da noite de 25 de novembro de 2016 deixou de existir o maior pensador e político cubano de sempre: Fidel Castro Ruz.

Se Federico Engels vivesse e estivesse na despedida dos seus restos mortais, igual que a Marx, teria dedicado o seu último adeus.

Engels com a sua pausada voz e cultura extraordinária ter-nos-ia dado o seu depoimento: "bem como Darwin descobriu a lei da evolução das espécies, Marx descobriu a lei do desenvolvimento social" e sobre Fidel sentencaria: "Fidel descobriu a forma espontânea de ver como pôr em prática o legado de Marx, de ver como desde um pequeno país como Cuba, Fidel tinha levado até as últimas consequências as descobertas de Marx".

Mas Fidel foi mais longe, demonstrou que, em uma Ilha bloqueada pelo imperialismo norte-americano, os sonhos de Marx se tornam realidade. Levou a educação a todos os recantos do país e do mundo, socializou os conhecimentos de todas as pessoas; entregou-lhes saúde a Cuba e ao mundo, compartilhou com todos o pouco que temos.

Esse é o ponto central do pensamento de Fidel. As ideias de Marx, Fidel Castro levou-as à prática cumprindo com aquela famosa Tese sobre Feuerbach, que dizia, que é na "prática onde ganha terrenalidade o poder do pensamento humano".

Fidel foi à prática, baixou as ideias à terrenalidade de Cuba e o mundo, e por isso se procurou adversários, inimigos que como Engels disse de Marx, "converteu-se na pessoa mais vilipendiada do mundo". Fidel com a sua obra de lutar pelos humildes procurou-se inimigos poderosos que tentaram durante 638 oportunidades terminar com a vida dele. Mas igual que Marx, Fidel apartou todo isso como teias de aranha, o apartava com respeito, com respeito debatia as ideias do inimigo e com firmeza as denunciava.

O legado de Fidel, igual que o de Marx, passou pela frente de Martí, que em um dia 4 de dezembro do 2016 quando o Sol alumiava Santa Ifigenia, se posou do lado do Mestre. A essa hora, quando Raúl depositava a Fidel, Martí sentenciou: "Fidel, como te puseste ao lado dos pobres e dos débis mereces honra". Por isso, a sua tumba parece um grão de milho, porque aí cabe toda a glória do mundo.

E Santa Ifigenia se alumbró quando desde uma das palmas próximas a Fidel, Engels disse a Raúl: "O nome e a obra de Fidel perdurará pelos séculos". Assim, através do tempo, dar-se-lhe-á a razão à obra do Comandante, sobretudo, por se pôr ao lado dos que têm poucos recursos. Esse é o legado do líder Fidel Castro.

*Professor Auxiliar de História Contemporânea. Universidade de Holguín.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar