Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Quinta, 19 Abril 2018 18:04 Última modificação em Segunda, 23 Abril 2018 20:57

A luta pela liberdade de Lula tem que estar acima das eleições

Avalie este item
(1 Voto)
País: Brasil / Batalha de ideias / Fonte: Causa Operária

O centro da luta democrática e popular no País está neste momento na mobilização pela libertação imediata do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Lula é um preso político de um regime arbitrário, golpista e semi-ditatorial, ao mesmo tempo é o principal candidato dos setores populares a possível eleição presidencial. Colocar intransigentemente a questão da libertação do ex-presidente, e principal candidato das amplas massas, como a questão mais proeminente da luta política nacional é, naturalmente, impulsionar a mobilização contra o regime golpista como um todo. Levar as massas que querem Lula presidente a chocarem-se com o golpe de Estado. Essa é a tarefa do momento.

É sob esta bandeira que o movimento operário, camponês e popular, bem como toda a esquerda nacional deve unificar-se de imediato para travar a luta contra o golpe e seus ataques contra o povo. Há, no entanto, todo um setor da esquerda que dissimulando a crise política nacional empolga-se com as possíveis eleições de 2018, e há mesmo uma disputa pelo “espólio” eleitoral de Lula. Seja por inocência ou oportunismo, ou um pouco dos dois, crer que as eleições controladas pelos golpistas ocorrerão democraticamente e que o eleitorado do ex-presidente Lula irá migrar, caso não seja candidato, como aposta setores da esquerda, para os “esquerdistas” é uma ilusão infantil que a burguesia tratará de destruir, caso esse cenário nefasto se confirme.

Essa esquerda presta um desserviço ao esclarecimento político do povo. Manuela D’ Ávila e Guilherme Boulos, por exemplo, pré-candidatos à eleição presidencial, apresentam-se como candidatos à esquerda de Lula, defensores de um projeto democrático mais radical, de participação popular etc., o típico discurso do político pequeno burguês, acredite quem for cândido o bastante. Contudo, eles apresentam a eleição como se fosse de fato uma disputa de projetos políticos para o Brasil, o democrático e o anti-democrático, como se a eleição em geral e essa em particular fosse democrática, resultado da vontade geral.

É necessário colocar as coisas como elas são, a eleição não é democrática e essa será ainda mais antidemocrática, a eleição expressa sempre a relação de força entre as classes, que no momento é totalmente desfavorável para o povo. Os setores pequeno burgueses que se empolgam com a possibilidade de eleição, conscientemente ou não fazem apenas uma coisa: contribuir com a direita golpista. Primeiro legitimando uma possível eleição sem Lula, segundo criando um distracionismo e uma falsa solução para a esquerda, eleger um deles, quando neste momento a esquerda deve dedicar-se a desenvolver uma ampla mobilização pela libertação do ex-presidente Lula.

A luta que se trava no Brasil é uma luta que envolve a vida e os interesses materiais de milhões de pessoas e exige seriedade. Milhões de pessoas se deslocam para a luta contra o golpe, agrupam-se por detrás da figura do ex-presidente, que mesmo preso está em primeiro lugar em todas as pesquisas de intenção de voto. É necessário mobilizar as massas pela libertação do ex-presidente Lula, que é o candidato das massas. Só a mobilização revolucionária do povo é  capaz de pôr em xeque o golpe, assim como só uma mobilização revolucionária é capaz de criar as condições para uma vitoria eleitoral da esquerda.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar