Publicidade

Diário Liberdade
Terça, 24 Outubro 2017 19:57 Última modificação em Domingo, 29 Outubro 2017 08:17

Comité Intercentros da Rádio e TV públicas galegas solidarizam-se com o pessoal da TV e Rádio catalás Destaque

Avalie este item
(0 votos)
País: Galiza / Comunicaçom / Fonte: Diário Liberdade

Solidariedade galega com o pessoal dos meios públicos em plena preparaçom da ofensiva espanhola para tomar conta da comunicaçom social pública catalá.

O Comité Intercentros da Corporaçom da Rádio-Televisom da Galiza (CRTVG) difundiu a sua solidariedade com "as compañeiras e compañeiros da Corporaçom Catalá de Meios Audiovisuals (CCMA), TV3 e Catalunya Ràdio", ameaçada pola anunciada aplicaçom de legislaçom ad hoc baseada no artigo 155 da Constituiçom monárquica espanhola de 1978.

A ameaça de controlo governativo por parte de Madrid contra os meios públicos cataláns é rejeitada polo pessoal da TVG e da Rádio Galega, que afirma "compartilhar os critérios dos conselhos profissionais dos meios públicos da Catalunha e do Comité de empresa de TV3", os quais julgárom a ameaça do 155 como sendo "um ataque direto, indigno e impudico à liberdade de expressom, de informaçom e de imprensa” naquele país. Os meios públicos cataláns representam, em opiniom do pessoal dos meios públicos galegos, umha garantía de respeito à diversidade cultural e lingüística, valores e direitos fundamentais que com a intervençom anunciada polo Estado espanhol ficarám em grave risco.

Estamos, afirmam as trabalhadoras e trabalhadores dos meios públicos galegos, perante "umha intolerável intervençom totalitária", que atenta contra o profissionalismo do pessoal de TV3 e Catalunya Rádio.

Lembremos que o PP, em conluio com o PSOE e Ciudadanos, estám à beira da aplicaçom de medidas extraordinárias e arbitrárias para tentar deter o legítimo exercício do direito de autodeterminaçom por parte do povo catalám, ocupando o controlo da comunicaçom social pública lugar de destaque na estratégia totalitária espanhola.

Pessoal e direçom de TV3 só reconhecem a autoridade do Parlament

O diretor de TV3, Vicent Sanchis, já confirmou que se submete unicamente às autoridades catalás, responsáveis pola lei que estabelece o funcionamento dos meios públicos. Em idêntico sentido se expressárom os trabalhadores e as trabalhadoras através da assembleia que formárom para a autodefesa em plena ofensiva de perseguiçom política por parte do Estado espanhol.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar