Publicidade

Diário Liberdade
Domingo, 28 Janeiro 2018 14:39 Última modificação em Sexta, 02 Fevereiro 2018 13:12

Ianques classificam guerra popular na Índia como ‘perigosa’

Avalie este item
(0 votos)
País: Índia / Direitos nacionais e imperialismo / Fonte: A Nova Democracia

O Departamento de Estado ianque citou o Partido Comunista da Índia (Maoista) e o movimento revolucionário como terceira mais perigosa ameaça aos seus interesses no mundo.

O relatório, anualmente publicado, designa como “ameaça terrorista” àqueles que lhes impõem limites.

O PCI (Maoista) foi qualificada como terceira força, atrás apenas do Estado Islâmico da Síria e Iraque (EISI) e do Talibã (Afeganistão). Nesses países, desenvolve-se uma guerra de resistência nacional contra a agressão militar ianque.

De acordo com o referido relatório, o PCI (Maoísta) é responsável por 336 ações armadas “no ano passado, em que 174 pessoas morreram e 141 ficaram feridas”.

Ação contra monopólios

Combatentes revolucionários do Exército Guerrilheiro Popular de Libertação (EGPL) realizaram uma ação de sabotagem às instalações de processamento na folha da árvore de Kendu (Coromandel) na vila de Barkani, no distrito de Bolangir, estado de Orissa, segundo relatado pelo monopólio de imprensa no dia 16/01.

A coluna de EGPL empreendeu a ação dirigida pelo Partido Comunista da Índia (Maoista) e bateu em retirada exitosamente. O objetivo era impedir o prosseguimento de práticas danosas ao ambiente reivindicado pelas massas tribais, levadas a cabo por monopólios madeireiros.

Os revolucionários deixaram cartazes alertando para a Divisão Florestal Oficial (DFO) cumprir o seu papel, advertindo que se prosseguirem tais práticas haverá novas ações mais enérgicas.

A folha da árvore de Kendu é usada na fabricação de tabaco chamado Beedi. Da mesma forma, sua casca é usada na prevenção da malária.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar