Publicidade

Diário Liberdade
Terça, 28 Março 2017 17:15 Última modificação em Sexta, 31 Março 2017 00:08

Destacam humanismo de Fidel Castro 40 anos após sua visita a Angola

Avalie este item
(1 Voto)
País: Angola / Reportagens / Fonte: Granma Internacional

[Roberto Hernández] Angolanos e cubanos destacaram o humanismo do líder da Revolução, Fidel Castro, por ocasião de se completarem 40 anos de sua primeira visita a Angola, de 23 a 27 de março de 1977.

«Eu quero agradecer o apoio que nos deu, que nos permite estar nesta sala agora», expressou o general António dos Santos França, quem chegou a Cuba em 1962 para se formar como agrônomo e conheceu o líder naquelas conversas com estudantes na Universidade de Havana.

«Fidel Castro mudou a história para melhor, marcou a história durante sua vida», acrescentou Santos França, que também é deputado.

«Com seu espírito internacionalista encheu de dignidade e tornou conhecidos no mundo aos cubanos», acrescentou durante um ato no Centro de Imprensa Aníbal de Melo, na presença da embaixadora cubana, Gisela García Rivera e de diplomatas credenciados no país.

«Foi uma visita muito empolgante e histórica», lembrou o embaixador de Angola na Argentina, Erminio Escórcio, que em 1977 era o diretor de Protocolo da chancelaria.

Integrante da comissão de segurança durante a visita do chefe de Estado, o general Roberto Leal Ramos Monteiro relembrou a complicação de fazer parte de sua proteção. «Fidel Castro queria apalpar tudo, ver tudo», assegurou.

«Foi tamanha alegria a chegada do chefe da Revolução Cubana, porque era um humanista por excelência», indicou Lucia Inglês, a secretária geral da Organização das Mulheres Angolanas, que naquela época era a secretária de comunicações da presidência.

«Graças aos cubanos conseguimos o que somos hoje. Já viajei a Cuba em dez ocasiões e também sou cubana», reafirmou Inglês.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar