Publicidade

Diário Liberdade

[Tony Andreani*, Rémy Herrera* e Zhiming Long*] Hoje em dia, os dirigentes chineses não negam a existência na sua economia um importante sector privado capitalista, autóctone ou estrangeiro. Em geral, eles o consideram antes como um dos componentes de uma economia mista em que a predominância é concedida ao sector público e em que o poder do Estado deve ser reforçado. Os discursos de numerosos líderes avançam que a China ainda se encontraria na "fase primária do socialismo", etapa considerada incontornável para desenvolver as forças produtivas e que exige muito tempo até a sua conclusão. O objectivo histórico permaneceria entretanto o do socialismo desenvolvido – mesmo se, é verdade, seus contornos estarem longe de serem claramente definidos. Serão tais declarações apenas de fachada, a roupagem de uma forma de capitalismo? Mereceriam elas serem tomadas a sério? O socialismo estaria morto e enterrado na China? Não pensamos assim. 

Publicado em Artigos em destaque

[Roberto Molina Hernández] Há 38 anos, em um dia como hoje, às 18:50 horas, quatro simples palavras em sérvio estremeceram até os alicerces de um país de mais de 23 milhões de habitantes: Umro je drug Tito (morreu o companheiro Tito).

Publicado em Mundo

[Caio Clímaco*, de Caracas] Após 19 anos de governos chavistas e mais de 20 vitórias eleitorais, a maioria absoluta da população venezuelana tem acordo em seguir construindo um país socialista.

Publicado em América Latina

[Miguel Febles Hernández, Julio Martínez Molina, Ventura de Jesús, Juan Antonio Borrego] Se de algo pode se prezar a Revolução Cubana é de ter em cada front de batalha a decisão, o espírito criador, a força ilimitada e a delicadeza da mulher.

Publicado em América Latina

Na manhã deste 19 de abril, um dia histórico em que não só se comemora a primeira derrota do imperialismo ianque nos Estados Unidos, mas a tomada de posse de um novo governo em Cuba, que se evidencia nas mais altas esferas de liderança do país, a continuidade das novas gerações com o legado da geração histórica que fundou a Revolução Cubana, o companheiro Miguel Mário Díaz-Canel Bermúdez, presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros, proferiu seu primeiro discurso.

Publicado em América Latina
Terça, 10 Abril 2018 10:29

Contra o reformismo e o politicismo

[Ivo Tonet*] Introdução: Se alguém, ao tempo da socialdemocracia alemã, quando se tornou um partido reformista, criticasse a proposta de chegar ao socialismo ou ao pleno desenvolvimento de maneira gradativa, pacífica e pela via eleitoral e não pela via revolucionária, vale dizer, pela destruição do Estado e do capital, seria imediatamente tachado de purista, esquerdista infantil, equivocado e outros adjetivos. Nada distinto do que acontece hoje. Com a diferença que, hoje, muitos nem falam mais em socialismo1, mas apenas em um “mundo melhor”, “mais humano”, “menos desigual”.

Publicado em Brasil
Quinta, 05 Abril 2018 06:00

O socialismo jurídico

[João Paulo Holanda*] Em 1887, Friedrich Engels e Karl Kautsky publicaram anonimamente, na revista da socialdemocracia alemã A Nova Gazeta, um artigo intitulado O socialismo jurídico. Com título por si só mordaz, o artigo objetivava criticar duramente a obra do jurista Anton Menger – que, na época, vinha conquistando espaço e ganhando prestígio nos círculos socialistas. De origem austríaca, Menger foi professor de Direito Processual Civil, além de reitor da Universidade de Viena. Em seu livro, O direito ao produto integral do trabalho historicamente exposto (1886), Menger acreditava ser possível reformular o socialismo a partir da perspectiva jurídica e, com isso, transformar o ordenamento jurídico por meios exclusivamente pacíficos. E é sobretudo em oposição a isto – a ideia reformista segundo a qual a luta do movimento operário deve ser travada exclusivamente pelo aumento progressivo de direitos – que Engels e Kautsky firmam o ponto de vista revolucionário. No entanto, é válido ressaltar que, embora colabore na redação do artigo, Kautsky anos mais tarde viria a abandonar a perspectiva marxista, tornando-se, nas palavras de Lênin, um renegado.

Publicado em Mundo

Em meio a alterações na condução do Estado, o "Brasil de Fato" ouviu os rebeldes da geração histórica da Revolução Cubana

Publicado em América Latina

[Fania Rodrigues, enviada especial a Havana] “Nosso voto é importante. Escolhemos os dirigentes que terão a tarefa de melhorar todas as coisas boas que temos em Cuba, como o estudo gratuito, saúde pública, proteção social para os aposentados e muitas outras coisas”, diz a dona de casa Mercedes Cabrera Rodriguez.

Publicado em América Latina

[Fania Rodrigues] “As eleições cubanas foram um sucesso. Registramos uma participação massiva dos eleitores”, informou a presidente do Comissão Eleitoral Nacional (CEN), Alina Balseiro, durante entrevista coletiva à imprensa internacional, nessa segunda-feira (12).

Publicado em América Latina

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar