Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Quinta, 24 Outubro 2019 01:08

Cuba e Venezuela ratificam sua agenda de parceria e fraternidade com projeções para o ano 2020

Avalie este item
(1 Voto)
País: Cuba / Reportagens / Fonte: Granma

[Jorge Pérez Cruz] Cuba ratificou sua decisão de continuar colaborando com a Venezuela: «a solidariedade de nossos povos está acima das provocações do império». Isto foi afirmado pelo vice-ministro do Comércio Exterior e Investimento Estrangeiro da República de Cuba, Roberto López Hernández.

No mesmo dia em que o governo dos EUA pôs em prática novas medidas que reforçam ainda mais o bloqueio econômico contra a Ilha, descrito pelo presidente da República Miguel Díaz-Canel Bermúdez, como «expressão de impotência, degradação moral e desprezo imperial», Cuba ratificou sua decisão de continuar colaborando com a Venezuela, «porque a solidariedade de nossos povos está acima das provocações do império».

Isto foi afirmado pelo vice-ministro do Comércio Exterior e o Investimento Estrangeiro da República de Cuba, Roberto López Hernández, que preside a reunião que analisa o progresso atual do Acordo de Cooperação Integral entre as duas nações, que se vai reunir até quinta-feira, 24, nesta capital, em que também definirá os objetivos do ano 2020, cujas projeções de benefícios sociais enfrentam obstáculos gerados pela interferência e obstinação de Trump e seus lacaios na área.

López Hernández disse que este encontro é um sinal dessa vontade e da resposta às ameaças e sanções cínicas do império «que nos acusam como responsáveis ​​por sustentar a Revolução Bolivariana, mas terão que nos apagar do mapa se quiserem que paremos de colaborar com esse povo irmão e seu governo constitucional», enfatizou.

Enquanto isso, Ramón Gordils, vice-ministro de Cooperação Econômica do Ministério do Poder Popular para as Relações Exteriores da Venezuela, observou que «no espírito de resistência, continuamos com nossa agenda de integração, cooperação e desenvolvimento, apesar das grandes dificuldades econômicas de nossos países».

Gordils chamou esses esforços «como um exercício de teimosia e paciência estratégica e exemplo para os povos de Nossa América» ​​e se referiu à situação internacional, marcada «pela imposição de sanções e medidas remotas ilegais, coercitivas, unilaterais de Direito Internacional contra Cuba, Venezuela, Nicarágua, Irã, República Popular Democrática da Coréia».

E contrastou: "Todos aqueles que têm promovido essas sanções têm o pátio alvoroçado, com as pessoas nas ruas, desafiando o neoliberalismo, arrumando suas vidas, lutando para manter seus direitos e a resposta tem sido repressão».

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar