Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Terça, 26 Abril 2016 20:03 Última modificação em Quarta, 27 Abril 2016 21:18

Ruralistas propõem a Temer uso do Exército em casos de conflito agrário

Avalie este item
(0 votos)
País: Brasil / Repressom e direitos humanos / Fonte: MST

[Mayke Toscano] Frente Parlamentar da Agropecuária também busca influenciar a nomeação de possíveis ministros.

Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) pedirá a Michel Temer (PMDB) o emprego das Forças Armadas para reprimir conflitos fundiários em áreas rurais. A ideia faz parte do conjunto de propostas que os representantes do agronegócio no Congresso defendem em um possível governo do vice-presidente, caso o impeachment se consolide.

A bancada ruralista, em conjunto com uma série de entidades do agronegócio, prepara um documento público para ser entregue ao peemedebista. As informações foram divulgadas pelo portal de notícias Uol.

Pressão

Os representantes do agronegócio também buscam influenciar Temer em relação à nomeação de possíveis novos ministros. Além de reivindicarem um nome diretamente ligado ao setor para liderar a Agricultura, os ruralistas querem espaço na Fazenda e na Justiça. Esta última pasta é responsável por questões importantes do ponto de vista dos interesses dos grandes proprietários de terra, como a demarcação de terras indígenas.

Neste sentido, a FPA defende também a ideia de que a criação de novos territórios de povos originários passe a ser competência do Legislativo.

Impeachment

Conhecidos como "bancada do boi", os ruralistas – ao lado de evangélicos e defensores do endurecimento da legislação penal – foram um dos setores mais ativos e de maior peso na votação da admissibilidade do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados. A Frente Ruralista, por exemplo, se posicionou formalmente a favor da deposição de Dilma.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar