Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Terça, 26 Abril 2016 23:00 Última modificação em Terça, 26 Abril 2016 23:29

Trabalhadores rurais da Turquia visitam o Brasil para conhecer experiências do MST

Avalie este item
(0 votos)
País: Brasil / Resenhas / Fonte: MST

[Luiz Fernando] MST Sergipe recebeu a visita do presidente geral da Confederação dos Sindicatos dos Pequenos Agricultores Turcos e um dos fundadores da Via Campesina no Oriente Médio, Abdulah Aysu, acompanhado do estudante, Umut Kocagöz.

Ambos estiveram no Brasil para conhecer experiências de produção e políticas de estímulo à agricultura camponesa que servirão de base para um livro sobre a luta pela terra.

No país, a viagem de Ayasu e Umut começou por São Paulo e Pará, onde conheceram mais de perto a experiência de luta por terra sem a utilização de armas.

Em Sergipe, ambos foram recepcionados por acampados do MST e visitaram dois assentamentos, onde puderam conhecer experiências de cooperativas.

Eles também vivenciarem a luta por moradia, ao visitarem a ocupação urbana localizada em Barra dos Coqueiros.

Os companheiros também puderam observar os avanços brasileiros, em relação à garantia do direito à soberania alimentar, que compreendem estruturas organizativas e ferramentas de lutas com base nos princípios legítimos da Constituição Federal de 1988, que reconhece o acesso à terra como direito fundamental para os povos indígenas, camponeses e comunidades quilombolas.

Desde 2004, essa é a quarta passagem de Aysu pelo Brasil, que realiza estudo das relações do MST com organizações populares de juventude do campo e cidade.

Em sua avaliação, a agricultura camponesa brasileira está muito à frente da Turquia. Para ele, os obstáculos maiores são as religiões e tradições específicas da terra natal. No caso religioso, as igrejas apoiam e suportam o capitalismo. “Me impressionou muito o envolvimento das pastorais no início da luta por terra aqui no Brasil”, afirma Aysu.

O objetivo do livro que está escrevendo é levar a inspiração do MST para quem o ler. A introdução foi feita por João Pedro Stédile. “Esse trabalho faz parte de uma série de livros que planejo escrever. Se a vida me permitir, escreverei mais três deles. O próximo que tenho planejado é sobre os Zapatistas e a experiência catalã”, adianta Aysu.

Para Fábio Andrey, do Coletivo de Relações Internacionais do MST, essa troca de experiências com camponeses de outros países é sempre muito produtiva.

“Nós acumulamos forças na luta contra o agronegócio, representado pelas mesmas grandes empresas, habituadas a agir da mesma forma opressora em todo o mundo”.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar