Publicidade

Diário Liberdade
Terça, 07 Agosto 2018 14:31

10/08: dia nacional de luta e paralisação

Para exigir um basta ao desemprego, à retirada de direitos sociais e trabalhistas, às privatizações, ao aumento do gás e dos combustíveis e aos ataques do governo, a Unidade Classista, em unidade com as centrais sindicais, convoca o conjunto da classe trabalhadora para se somar à mobilização do dia 10 de agosto por todo o país.

Publicado em Brasil

Para exigir um basta de desemprego, de retirada de direitos sociais e trabalhistas, de privatizações, de aumento do gás e dos combustíveis e dos ataques do governo, a Unidade Classista em unidade com as centrais sindicais convoca o conjunto da classe trabalhadora para se somar na mobilização do dia 10 de agosto por todo o país.

Publicado em Brasil
Sexta, 25 Mai 2018 13:55

Brasil, tempo de lutar

[Elaine Tavares] Não é de agora que o governo brasileiro vem arrochando a vida do trabalhador. O processo começou bem antes de o vice, Michel Temer, dar o golpe. A presidenta Dilma Roussef, que se elegeu com um programa, vinha já aplicando outro, mais adequado aos interesses das grandes agências de fomento internacionais, do agronegócio e da pequena parcela da elite produtiva. Sempre é bom lembrar que Dilma escolheu Joaquim Levy para Ministro da Fazenda, um ex-funcionário do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), ou seja, uma raposa cuidando do galinheiro. E logo que entrou já veio com a conversinha de metas para o superávit primário, baixando duas medidas provisórias de ajuste fiscal, que mexia com trabalhadores e empresários de médio porte. Essa memória é necessária para que se perceba que o governo do PT estava respaldando as medidas, ainda que um ou outro dirigente fizesse críticas públicas ao ministro. 

Publicado em Brasil

[Maria Josefina Arce] Com a chegada ao poder de governos neoliberais, a América Latina recuou quanto aos direitos dos trabalhadores. Em 2017, pelo terceiro ano consecutivo, o desemprego cresceu na região atingindo 8,4 por cento.

Publicado em Mundo

A condenação do ex-presidente Lula pelo TRF-4, em 24 de janeiro de 2018, realizada sem provas ou mesmo bases jurídicas consistentes, é mais um elo na série de criminalizações políticas realizadas pelo Judiciário brasileiro e direcionadas principalmente contra a esquerda, o movimento sindical e os movimentos sociais. Uma direita incapaz de legitimar seu programa neoliberal nas urnas, devido ao seu caráter totalmente alheio aos anseios da população, mesmo com todos os recursos da grande mídia a seu favor, procura impor seus representantes nos principais cargos públicos, tentando inviabilizar judicialmente seus adversários, mesmo aqueles que, como Lula, há muito aceitaram o essencial do programa que interessa aos grandes empresários e fizeram da conciliação de classe o seu estilo político.

Publicado em Brasil

De acordo com as novas regras implementadas com a reforma trabalhista, haverá casos em que o trabalhador terá de pagar para trabalhar. Essa regra, que é extremamente boa para os empresários, define que o patrão deverá recolher 8% do que falta entre o valor recebido pelo empregado e o salário mínimo.

Publicado em Brasil

O governo golpista, que pretende acabar com a aposentadoria de milhares de trabalhadores do país, com a “reforma” da previdência, estuda também aplicar uma dura política de redução dos salários, com a aprovação da “reforma” salarial. A proposta será enviada ao Congresso ainda este ano e terá como alvo principal, em um primeiro momento, os servidores públicos federais, os quais possuem uma remuneração elevada em comparação com as outras categorias de trabalhadores.

Publicado em Brasil
Domingo, 26 Novembro 2017 14:07

5 de dezembro: greve nacional

A CUT e demais centrais - Força Sindical, UGT, CTB, Nova Central, CSB, Intersindical, CGTB e CSP-Conlutas – decidiram realizar, no dia 5 de dezembro, uma Greve Nacional em Defesa da Previdência e dos Direitos.

Publicado em Brasil

Com a aprovação da “reforma” trabalhista pela direita, a qual na prática acaba com a CLT, transferindo maior poder aos patrões, por meio do chamado negociado sobre o legislado, vai ser muito difícil que a maior parte dos sindicatos do país consigam manter as garantias trabalhistas por meio da negociações com os capitalistas.

Publicado em Brasil

Passados alguns anos do início do golpe, até hoje, e com o aumento diário da crise, que pode levar a um novo golpe militar, apontamos uma cronologia resumida do golpe para uma visão em perspectiva dos acontecimentos.

Publicado em Brasil

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar