Publicidade

Diário Liberdade
Sexta, 22 Setembro 2017 20:01

Corrent Roig diante das buscas e detenções na Catalunha

Avalie este item
(0 votos)
País: Paísos Cataláns / Direitos nacionais e imperialismo / Fonte: LIT-QI

Fora as garras do Estado sobre a Catalunha! Vamos nos mobilizar massivamente contra a repressão! Somente lutando conseguiremos votar no referendo de 1º de Outubro!

Rajoy, em acordo com o Tribunal Constitucional, o Ministério Público e juízes a suas ordens, impôs o estado policial na Catalunha, com a Guarda Civil como força de choque.
Nesse dia 20 houve buscas e apreensões nas Secretarias de Economia, Governo, Trabalho, Relações Exteriores, Assuntos Sociais, em outros organismos da Generalitat [governo regional] e em empresas privadas. Segundo informações, 12 pessoas foram detidas.

Estão utilizando métodos próprios de uma ditadura: declararam atos como ilegais, entraram em meios de comunicação e imprensas, confiscaram material de propaganda e tiraram sites do ar, proibindo a publicidade do referendo nos meios de comunicação e nas ruas. Apresentam denúncias contra Puigdemont, conselheiros, Carme Forcadell, a Mesa do Parlamento, 725 prefeitos e prefeitas e o conselho organizador do referendo. Ameaçaram Puigdemont de prisão. Ameaçam os voluntários e quem faça parte das mesas eleitorais do referendo de 1º de outubro. Trouxeram mais de 500 guardas e policias de fora e a cada momento chegam mais. Confiscaram, sem apoio legal, as finanças da Generalitat, aplicando de fato o artigo 155 da Constituição.

Durante esses dias, a resposta popular nos diferentes povoados e cidades não falhou.No dia 20, já pela manhã, milhares de pessoas saíram às ruas em Barcelona e em outros lugares para desafiar as buscas e detenções. A Diagonal e a Vía Laietana foram bloqueadas, o centro de Barcelona ferve de indignação. É a hora da rebelião massiva.
É hora de convocar uma manifestação central para dizer que Não Passarão. É hora de os sindicatos convocarem a greve para defender os direitos democráticos. É hora de o Governo da Generalitat tomar o comando dos Mossos d’Esquadra [polícia da Catalunha] e colocá-los a serviço da defesa dos direitos democráticos do povo da Catalunha.

Como pode ser que estejam atuando como força auxiliar do Ministério Público, junto com a Guarda Civil?

Se o PSC e o PSOE têm vergonha democrática, agora é o momento de demonstrá-la.

Corrent Roig, 20 de setembro de 2017

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar