Publicidade

Diário Liberdade

[Nazanin Armanian] “Bombardear o Irão” tem sido desde há anos uma exigência do Reino da Arábia Saudita (RAS) aos EUA.

Publicado em Artigos em destaque

[Angela Y. Davis] Este ano, o Partido Comunista dos EUA completa cem anos. Em homenagem ao Partido ao qual permaneceu filiada por mais de três décadas (1969–1991) e pelo qual concorreu duas vezes ao cargo de vice-presidente dos Estados Unidos, a filósofa e militante Angela Davis escreveu esta carta aberta sobre a importância histórica e atual do CPUSA.

Publicado em Artigos em destaque

Os Estados Unidos necessitam vergar a vaga expansiva chinesa para manter a hegemonia imperialista mundial.

Publicado em Opiniom Própria

[Pedro Marin] Uma edição da revista The Economist de fevereiro deste ano causou um certo estardalhaço nos Estados Unidos e, de quebra, também no Brasil.

Publicado em Mundo

O presidente dos EUA, Donald Trump, recebeu um conselho de um dos seus apresentadores favoritos, Tucker Carlson, antes de cancelar o ataque ao Irã, informou o New York Times.

Publicado em Mundo
Sábado, 22 Junho 2019 14:19

USA-China: a guerra está próxima?

Analistas internacionais propõem comumente o confronto USA versus China como choque de duas super-nações, com os mesmos objetivos, mas de regimes políticos opostos.

Publicado em Opiniom Própria

Uns 20 membros de milícias curdas apoiadas pelos EUA estão a ser treinados pelo serviço de informações israelita. O primeiro passo é formar uma «Mossad curda» capaz de realizar operações de espionagem na região.

Publicado em Mundo

Ao avançar para uma guerra comercial contra a China, os EUA arriscam-se a perder o fornecimento de materiais vitais à manutenção da sua capacidade tecnológica.

Publicado em Mundo

A Huawei continua avançando com dificuldade graças aos Estados Unidos insistirem em levantar barreiras para impedir sua passagem, ainda que isso signifique sacrificar - assim como os peões do xadrez - os negócios de suas próprias empresas.

Publicado em Mundo
Terça, 21 Mai 2019 21:33

As relações comerciais com os EUA

[Prabhat Patnaik] A Grã-Bretanha, quando era o principal país capitalista do mundo, tinha um défice em conta corrente em relação aos países emergentes, como a Europa Continental e os Estados Unidos, no final do século XIX e início do século XX.

Publicado em Mundo

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar