Publicidade

Diário Liberdade

Tempo perdido não se recupera. A fortuna cansa-se de trazer sempre às costas o mesmo homem. Sabedoria popular portuguesa

Publicado em Opiniom Própria

O interessante no caso da prisão de Laerte Codonho, o empresário dono da empresa de refrigerantes nacional Dolly, é que Codonho durante a coerção pela Polícia Federal segurou um cartaz com os dizeres “Preso pela Coca-Cola”. Codonho já fez propagandas de cunha nacionalista, em outros momentos como por exemplo um outdoor dizendo “Brasileiro não tem medo de estrangeiro”. O slogan foi veiculado pela primeira vez durante o intervalo da luta de boxe em 2003. Na época, a Dolly estava resistindo a uma guerra contra a Coca-Cola e afirmava que a companhia norte-americana praticava, e pratica, uma concorrência desleal, abusa do poder do mercado e adota práticas irregulares.

Publicado em Artigos em destaque

Em reunião ampliada de seu Comitê Central Nacional, realizada domingo (6), o Partido da Causa Operária (PCO) aprovou o chamado à realização de uma Conferência Nacional Aberta contra o Golpe, a ser realizada em meados de julho, congregando ativistas dos Comitês de Luta contra o golpe, pela anulação do impeachment, em defesa de Lula etc. e de outros movimentos e organizações que participem da luta pela liberdade de Lula e contra o golpe em todo País.

Publicado em Brasil

[Mário Maéstri] O restabelecimento da ordem capitalista na URSS e nos Estados do Leste Europeu constitui drama de proporções históricas. A produção capitalista recuperou espaços sócio-geográficos conquistados pela revolução desde 1917.

Publicado em Opiniom Própria

A sanha judicial contra o preso político Luiz Inácio Lula da Silva escalou a níveis extremos e hoje ameaça inclusive pôr em risco a própria vida do ex-presidente do Brasil.

Publicado em Brasil

Todo o processo que resultou na prisão do ex-presidente Lula revelou algo que até passava mais despercebido: a completa desumanidade do sistema penal brasileiro.

Publicado em Brasil

Entre a violência política gerada na Nicarágua em 18 de abril e a que ocorreu na Venezuela entre abril e julho de 2017 há elementos coincidentes, cujo paralelismo pode ser visto no protagonismo juvenil, na campanha de boatos, franco-atiradores, grupos armados e o apoio de artistas para estimular as revoltas.

Publicado em América Latina

[Antônio Carlos Silva*] Participei nesta quinta (dia 18), no Salão Nobre da Câmara dos Deputados, representando o Partido da Causa Operária (PCO), do ato que reuniu outros seis partidos que se reivindicam da esquerda – o PT, PCdoB, PSB,  PSOL, PCB e PDT — no qual se debateu o agravamento da crise política do regime golpista com a prisão do ex-presidente Lula, com a apresentação de um Manifesto, elaborado e assinado por essas seis agremiações em defesa da Democracia, Soberania e Direitos do Povo Brasileiro.

Publicado em Brasil

O centro da luta democrática e popular no País está neste momento na mobilização pela libertação imediata do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Lula é um preso político de um regime arbitrário, golpista e semi-ditatorial, ao mesmo tempo é o principal candidato dos setores populares a possível eleição presidencial. Colocar intransigentemente a questão da libertação do ex-presidente, e principal candidato das amplas massas, como a questão mais proeminente da luta política nacional é, naturalmente, impulsionar a mobilização contra o regime golpista como um todo. Levar as massas que querem Lula presidente a chocarem-se com o golpe de Estado. Essa é a tarefa do momento.

Publicado em Brasil

Conforme esse jornal vem analisando, o golpe de Estado, que começou com a derrubada de Dilma Rousseff da presidência da República, tem como um dos objetivos mais importantes a retirada de Lula da cena política.

Publicado em Brasil

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar