Publicidade

Diário Liberdade

[Fernanda Montagnner] Rodrigo Maia anunciou nessa quarta-feira que votará a reforma trabalhista dia 19 de abril, cerca de um mês depois do 15M quando a classe trabalhadora mostrou sua força na luta, e 9 dias após a votação prometida por Maia esta sendo chamado um dia de paralisação nacional pelas centrais sindicais, o 28A. A incongruência nos tempos longe de um problema de datas mostra um problema de concepção, a burocracia deu um mês de trégua para o governo, mas esta longe de acabar a vontade de luta dos trabalhadores. Frente ao 28A é possível repetir com ainda mais força o que foi o 15M, existir uma Greve Geral efetiva e de verdade, tomando a luta em nossas mãos com comitês de base nos locais de trabalho e estudo pra derrotar os ataques de Temer.

Publicado em Brasil

[Wallace Oliveira] A proposta da reforma da Previdência não atinge apenas quem quer se aposentar um dia, mas também pensionistas, aposentados e famílias que dependem de outras políticas da Seguridade.

Publicado em Brasil

Entre as chamadas reformas propostas pelo governo surgido do golpe de Estado está a “reforma” da previdência. Basta um exame superficial do texto da dita reforma para concluir que trata-se apenas de supressão de direitos.

Publicado em Brasil

A base de apoio de Michel Temer na Câmara dos Deputados anda em desacordo. Aprovar as reformas da Previdência Social e Trabalhista ainda no primeiro semestre tem se mostrado mais difícil na prática. As centrais de trabalhadores querem aumentar a pressão sobre os deputados e senadores com as mobilizações durante o mês de abril. Assembleias, plenárias, atos, panfletagens proliferam pelo país rumo à greve geral do dia 28 de abril.

Publicado em Brasil

Desde a parte da manhã, diversas categorias paralisaram atividades e outras foram às ruas protestar contra as “reformas” do governo de Michel Temer, especialmente a da Previdência Social, que aumenta o tempo de contribuição para quem quiser se aposentar, mas também a terceirização.

Publicado em Brasil

O dia 15 de março ficou marcado como um dia de muitas lutas, protestos, manifestações e paralisações em todo o Brasil. Trabalhadores e trabalhadoras de diversas categorias foram às ruas gritar FORA, TEMER! e exigir que o Congresso Nacional rejeite as contrarreformas trabalhista e da Previdência, que o governo tenta impor para retirar direitos sociais historicamente conquistados, com o propósito maior de manter a política de favorecimento ao grande capital, através das privatizações, terceirizações e pagamento de juros escorchantes aos banqueiros.

Publicado em Brasil

Os atos continuam na parte da noite desta quarta-feira (15), após um dia intenso de manifestações por todo o Brasil no dia da greve geral da classe trabalhadora contra as medidas do governo de Michel Temer e seus aliados do PSDB, banqueiros e grandes empresários nacionais e estrangeiros.

Publicado em Brasil

Vivemos um momento de graves ataques aos direitos da classe trabalhadora brasileira, os quais foram conquistados há décadas com muita luta e sacrifício. Como se não bastasse o congelamento de investimentos em áreas sociais para os próximos 20 anos, aprovado no final do ano passado, o governo golpista de Temer, dos banqueiros e dos patrões quer agora nos empurrar as Reformas da Previdência e Trabalhista. Estas medidas, se aprovadas pelo corrupto Congresso Nacional, vão acabar com a aposentadoria, com as férias e o 13º, vão aumentar a jornada de trabalho, congelar salários e ampliar a terceirização.

Publicado em Brasil

Desde o início da manhã desta quarta-feira (15) diversas categorias entraram em greve e foram às ruas de todo o Brasil, convocadas pelas centrais sindicais e pelas frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo.

Publicado em Brasil

Nesta quarta-feira (15), manifestações estão marcadas para ocorrer por todo o Brasil contra o governo golpista do presidente Michel Temer e seus patrões.

Publicado em Brasil

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar